31 julho 2007

TV Aberta

Após uma longa ausência causada por motivos técnicos (alguém tem uma placa mãe extra para me ceder?), estou de volta com uma pilha de assuntos para tratar. Antes de falar sobre os filmes que estragam os pequenos nerds e fazer uma avaliação dos principais RPGs de super-heróis que estão no mercado, hoje tratarei do que há de melhor na programação da TV para os pobres.

A TV aberta é freqüentemente acusada de ser péssima, de ser responsável por toda a bossalidade do nosso povo. Eu não acho que é por aí. Não tenho TV por assinatura em casa. Só tenho contato com TV à cabo quando estou na casa de minha namorada. E como estou por conta de redigir minha dissertação, passo o dia todo em casa, com a TV ligada. Por isso, com o tempo, eu acabei achando algumas pérolas na TV.

De manhã (todo mundo sabe que o mundo só começa a existir às 10h59, logo "manhã" é de 11h à meio dia e meia), a melhor pedida é deixar no SBT e ver o "Bom dia & Companhia". Sim, aqueles garotos são insuportáveis. Sim, aquelas brincadeiras são imbecis. Sim, aquela roleta é viciada sempre dando Jogo da Vida pra quem quer Playstation, mas ainda assim vale a pena, pois os melhores desenhos animados passam aqui. Destaque para o fantástico Liga da Justiça Sem Limites. De lá, assisto "Um menino muito maluquinho", na TVE, que é um programa inteligente e divertido para quem ainda está meio grogue.

Depois do almoço (ou café da manhã), uma passada pelos programas de esportes: "Globo Esporte" e depois "Jogo Aberto", na Band, que tem a vantagem de só tratar de futebol carioca (ao menos aqui) e ter comentários crássicos de Gerson, o canhotinha de ouro. Depois vá pro SBT e encare uma maratona de seriados sobre famílias negras, que culmina com o divertido "Eu, a patroa e as crianças", que é a tradução de "My wife and kids". Quando acaba já são quatro da tarde, e com sorte você terá algo interessante na globo. Mais ou menos uma vez por mês, será "Curtindo a vida adoidado", "Curso de verão", "Trânsito muito louco" ou algum outro dos filmes eternizados pela Sessão da Tarde.

No final da tarde, a melhor opção é "A escolinha do Golias" no SBT ou os desenhos do Pica Pau na Record. Os dois são ótimos pra nos lembrar de tempos mais fáceis. A grande novidade é a re-estréia da Família Dinossauro, na Band, às 20h15. Depois, eu apelo pra um filme em DVD, que nem sempre é muito melhor do que as novelas. De madrugada, apesar de ser uma merda, volta e meia eu assisto o Jô. Uma boa opção ao gordo são as séries do fim de noite do SBT. E depois, o Intercine proporciona o melhor para os ainda acordado, com filmes recusados até mesmo pelo Supercine.

Desligue um pouco o receptor da Net! Desplugue a Sky! Deixe a Direct TV descansar! Venha pra TV aberta.

E pra dar saudades:



A musiquinha do hippie já diz tudo: "Eu não vou trabalhar! Eu não vou trabalhar!"

Um comentário:

Wagner disse...

Já que tem um link de desenho animado, aqui vai outro: http://enewsi.com/news.php?catid=261&itemid=11445

É o trailer da nova série do Homem-Aranha.